Screen Shot 2015-09-05 at 22.06.41NESTA EDIÇÃO:

  • Entrevista com Solange Fontes Olavo pág. 3.
  • Otites e proteção auricular págs. 4 e 5.
  • MIGR Masters Icaraí G. Reis, ressurge uma equipe págs. 6 e 7.
  • Campeonato Brasileiro de Revezamentos e XX Copa Brasil Masters de Natação págs. 8 e 9.
  • Recordes Superados e Troféu Eficiência págs. 10 e 11.
  • Entrevista com Frederico Padilha págs. 12 e 13.
  • Calendário pág. 13.
  • Nasce uma nova equipe Masters pág. 14.
  • O Brasil brilha no Campeonato Pan-Americano Masters de 2013 pág. 15.
  • Executando a filipina com eficiência págs. 16 e 17.
  • Mitos e verdades sobre a câimbra págs. 18 e 19.

Clique aqui para baixar o PDF.

PALAVRA DO PRESIDENTE

Prezados associados,

Neste último trimestre tivemos um grande evento internacional, onde mais uma vez constatamos o excelente nível dos nossos nadadores, que conquistaram vários pódios e diversos recordes Brasileiros e Sul-americanos, e um recorde Mundial. Foi o Pan Americano em Sarasota, na Florida – USA. Sem dúvida um evento muito bem organizado com a conhecida pontualidade e critérios utilizados pela USMS.

Tive oportunidade de estar presente e fico feliz ao afirmar que não ficamos devendo muito quando comparamos com o Pan Rio 2011. Inclusive o nosso sistema de credenciamento foi usado por eles sob a organização do nosso competente web master, Julian Romero, que também deu assistência aos nossos associados em Sarasota.

Este ano teremos outro grande evento, o World Master Games, que será realizado na cidade de Turim, Itália, em agosto, com a presença expressiva de atletas brasileiros, competindo nas diversas modalidades programadas. Estou seguro de que esses atletas trarão resultados significantes; vamos aguardar.

Agradecemos a presença dos nadadores nas competições nacionais até o momento realizadas pela ABMN, como o Campeonato Brasileiro em Porto Alegre e a Copa Brasil no Rio de Janeiro. Foram eventos onde contamos com a ajuda do Todo Poderoso, que nos brindou com lindos dias de sol e calor. Na Copa Brasil, em função da carência do quadro de arbitragem da Federação (FARJ), foi necessário fazer a junção da Copa Brasil à terceira etapa do Campeonato Carioca. Alguns atletas não entenderam como iria funcionar, todavia isso não nos preocupou em razão de que já utilizamos dessa prática em eventos muito mais complexos, como exemplo o Pan do Rio 2011, que foi realizado simultaneamente com o Sulamericano.

Também foi necessário conciliar uma data para a realização da Copa Brasil tendo em conta as competições oficiais e grandes eventos programados para a cidade do Rio de Janeiro para o período, como a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude.

Ainda no Rio iniciamos o Campeonato Brasileiro de Revezamentos, que tem por objetivo trazer uma nova motivação para os nadadores, clubes e associações. Pela primeira vez essa disputa será por estado e não por clubes. Assim, escolhemos fazê-lo em duas etapas conciliadas as competições, Copa Brasil (RJ) e Torneio Brasil (Ribeirão Preto). Nesta competição programamos realizar as provas de revezamento, 4x100m e 4x200m, que normalmente não fazem parte de nosso tradicional programa de campeonatos anuais. Dessa forma, pudemos oferecer a oportunidade de nossos atletas nadarem essas provas regularmente, e obterem novos recordes brasileiros, sul-americanos e mundiais.

Cabe uma explicação pela mudança da programação, que se fez necessária durante a Copa Brasil.

Realizamos as provas do Campeonato de Revezamento, em duas etapas – uma no sábado e outra no domingo. Essas alterações se deram por duas razões: o frio que estava fazendo à noite na cidade durante aquele período, e o pequeno número de séries que estavam previstas, a saber, cinco séries para todo o Campeonato. Para não submeter atletas, inclusive idosos, à intempérie noturna com tão poucas séries, optamos por dividir três séries no sábado e duas no domingo, com condições mais favoráveis para a realização dessas provas, sem que impactassem em grandes retardos para a conclusão dos eventos nos dois dias (sábado e domingo).

Assim, estamos como é nosso dever, oferecendo aos associados à oportunidade de nadarem todas as provas que constam dos regulamentos da FINA. Na próxima competição do circuito nacional em Ribeirão Preto, realizaremos a 2ª etapa deste evento que ocorrerá na sexta feira, juntamente com as outras provas que não realizamos no Rio, e desta forma então cumpriremos todo o programa de provas previsto pela FINA. Notar que havendo qualquer imprevisto e/ou necessidade, a Diretoria da ABMN poderá acomodar as séries deste campeonato às provas que ocorrerão sábado e domingo pelo XVIII Torneio Aberto Brasil.

Para finalizar, desejo que todos estejam preparados para os próximos eventos nacionais e internacionais, ressaltando que para o Sul-americano que será disputado em Santiago do Chile, estamos apoiando com o nosso sistema de competição e inscrição on line.

Um abraço a todos.

Carlos Roberto da Silva – Carlão

Outras edições
Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado ao comentar. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Você pode usar estes códigos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

limpar o formulárioEnviar