Pesquisa encerrada, agradecemos sua participação!

Obrigado pela sua participação!

Baixe o ABMN App

Últimas notícias
Mural ABMN - Leia as últimas mensagens
Aos atletas brasileiros inscritos no PAN 2018: A ABMN está encaminhando à organização do PAN 2018 - UANA - um travel permit (registration certificate) único com todos os seus atletas inscritos na competição. Em paralelo está emitindo e enviando a cada atleta inscrito no PAN 2018 o seu respectivo Travel Permit. A emissão está seguindo a lista por equipes e todos receberão o documento. O atleta não precisa encaminhar esse travel permit à organização. Conforme recomendado no site de inscrição da UANA, o atleta deve solicitar o " official letter of invitation " (carta oficial de convite) diretamente àquela entidade, endereçada à: Mrs. Jillian Wilkins Event Coordinator YMCA Aquatic Center 407-415-9720 (cell) Email : jwilkins@cfymca.org Você pode antecipar esse pedido, enquanto aguarda seu Travel Permit. Se precisar de ajuda, entre em contato conosco. Atenciosamente, Secretaria ABMN
Mensagem de Secretaria ABMN - abmn at abmn pnto org pnto br, em 09/07/2018, 17:07:15Responder essa mensagem
Corrigindo, start list
Mensagem de Francisco Alencar - franemaura at hotmail pnto com, em 09/07/2018, 16:18:55Responder essa mensagem
Balizamento o Pan na página http://www.2018panammasters.com/pysch-sheet.html
Mensagem de Francisco Alencar - franemaura at hotmail pnto com, em 09/07/2018, 15:58:28Responder essa mensagem
Ver todas as mensagens

ABMN no Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar

Masters pelo Brasil

Lições da Natação Master

Associações Estaduais filiadas à ABMN
ABRAMN
AGMN
AMPN
AMRJ
ANMMG
Associação Cearense Master de Natação
Associação de Natação Master do Amapá
Associação dos Nadadores Masters de Pernambuco
Associação dos Nadadores Masters do Rio Grande do Norte
Associação Maranhense Master de Natação
Associação Paulista Masters de Natação
Associações Masters Nacionais e Internacionais
UANA
CONSANAT
FINA
CBDA

A ABMN é a única entidade ligada à Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos – CBDA que detém a permissão para gerenciar as atividades de esportes aquáticos master no Brasil.

Informativo ABMN nº 102-103 Outubro-Novembro-Dezembro 2017 e Janeiro-Fevereiro-Março 2018

Informativo ABMN nº 101 Julho-Agosto-Setembro 2017

Informativo ABMN nº 100 Abril-Maio-Junho 2017

Informativo ABMN nº 99 Janeiro-Fevereiro-Março 2017

Informativo ABMN nº 98 Outubro-Novembro-Dezembro 2016

Informativo ABMN nº 97 Julho-Agosto-Setembro 2016

Informativo ABMN nº 96 Abril-Maio-Junho 2016

Informativo ABMN nº 95 Janeiro-Fevereiro-Março 2016

Informativo ABMN nº 94 Outubro-Novembro-Dezembro 2015

Informativo ABMN nº 93 (julho/agosto/setembro 2015)

Informativo ABMN nº 92 (abril/maio/junho/2015)

Informativo ABMN nº 91 (janeiro/fevereiro/março/2015)

Informativo ABMN nº 90 (outubro/novembro/dezembro 2014)

Informativo ABMN nº 89 (julho/agosto/setembro 2014)

Informativo ABMN nº 88 (abril/maio/junho/2014)

Informativo ABMN nº 87 (janeiro/fevereiro/março/2014)

Informativo ABMN nº 86 Outubro-Novembro-Dezembro 2013

Informativo ABMN nº 85 (julho/agosto/setembro 2013)

Informativo ABMN nº 84 (abril/maio/junho 2013)

Informativo ABMN nº 83 (janeiro/fevereiro/março 2013)

Informativo ABMN nº 82 Outubro-Novembro-Dezembro 2012

Informativo ABMN nº 81 Julho-Agosto-Setembro 2012

Informativo ABMN nº 80 Abril-Maio-Junho 2012

Informativo ABMN nº 79 (janeiro/fevereiro/março 2012)

Informativo ABMN nº 78 (outubro/novembro/dezembro 2011)

Informativo ABMN nº 77 (julho/agosto/setembro 2011)

Informativo ABMN nº 76 Abril-Maio-Junho 2011

Informativo ABMN nº 75 Janeiro-Fevereiro-Março 2011

Informativo ABMN nº 74 Outubro-Novembro-Dezembro 2010

Informativo ABMN nº 73 Julho-Agosto-Setembro 2010

Informativo ABMN nº 72 Abril-Maio-Junho 2010

ABMN Notícias nº 71 Janeiro-Fevereiro-Março 2010

Informativo ABMN nº 70 (outubro/novembro/dezembro 2009)

Informativo ABMN nº 69 Julho-Agosto-Setembro 2009

Informativo ABMN nº 68 (abril/maio/junho 2009)

Informativo ABMN nº 67 (janeiro/fevereiro/março 2009)

ABMN Notícias nº 66 Outubro-Novembro-Dezembro 2008

ABMN Notícias nº 65 Julho-Agosto-Setembro 2008

ABMN Notícias nº 64 Abril-Maio-Junho 2008

ABMN Notícias nº 63 Janeiro-Fevereiro-Março 2008

ABMN Notícias nº 62 Outubro-Novembro-Dezembro 2007

ABMN Notícias nº 61 Julho-Agosto-Setembro 2007

ABMN Notícias nº 60 Abril-Maio-Junho 2007

ABMN Notícias nº 59 Janeiro-Fevereiro-Março 2007

ABMN Notícias nº 58 Julho-Agosto-Setembro 2006

ABMN Notícias nº 57 Abril-Maio-Junho 2006

ABMN Notícias nº 56 Janeiro-Fevereiro-Março 2006

ABMN Notícias nº 55 Outubro-Novembro-Dezembro 2005

ABMN Notícias nº 54 Julho-Agosto-Setembro 2005

ABMN Notícias nº 53 Abril-Maio-Junho 2005

ABMN Notícias nº 52 Janeiro-Fevereiro-Março 2005

ABMN Notícias nº 51 Outubro-Novembro-Dezembro 2004

ABMN Notícias nº 50 Julho-Agosto-Setembro 2004

ABMN Notícias nº 49 Abril-Maio-Junho 2004

ABMN Notícias nº 48 Janeiro-Fevereiro-Março 2004

ABMN Notícias nº 47 Outubro-Novembro-Dezembro 2003

ABMN Notícias nº 46 Julho-Agosto-Setembro 2003

Informativo ABMN nº 45 Abril-Maio-Junho 2003

Informativo ABMN nº 44 Janeiro-Fevereiro-Março 2003

Informativo ABMN nº 43 Outubro-Novembro-Dezembro 2002

Informativo ABMN nº 42 Julho-Agosto-Setembro 2002

ABMN Notícias nº 41 Abril-Maio-Junho 2002

ABMN Notícias nº 40 Janeiro-Fevereiro-Março 2002

ABMN Notícias nº 39 Outubro-Novembro-Dezembro 2001

ABMN Notícias nº 38 Outubro-Novembro-Dezembro 2001

ABMN Notícias nº 37 Abril-Maio-Junho 2001

ABMN Notícias nº 36 Outubro-Novembro-Dezembro 2000

ABMN Notícias nº 35 Julho-Agosto-Setembro 2000

ABMN Notícias nº 34 Abril-Maio-Junho 2000

ABMN Notícias nº 33 Janeiro-Fevereiro-Março 2000

ABMN Notícias número 32 Especial IV Sul-Americano (outubro-novembro-dezembro de 1999)

ABMN Notícias número 31 (outubro-novembro-dezembro de 1999)

ABMN Notícias número 30 (julho-agosto-setembro de 1999)

ABMN Notícias número 29 (abril-maio-junho de 1999)

ABMN Notícias número 28 (janeiro-fevereiro-março de 1999)

ABMN Notícias nº 27 Outubro-Novembro-Dezembro 1998

ABMN Notícias nº 26 Julho-Agosto-Setembro 1998

ABMN Notícias nº 25 Abril-Maio-Junho 1998

ABMN Notícias nº 24 Janeiro-Fevereiro-Março 1998

ABMN Notícias nº 23 Outubro-Novembro-Dezembro 1997

ABMN Notícias nº 22 Julho-Agosto-Setembro 1997

ABMN Notícias nº 21 Abril-Maio-Junho 1997

ABMN Notícias nº 20 Janeiro-Fevereiro-Março 1997

ABMN Notícias nº 19 Outubro-Novembro-Dezembro 1996

ABMN Notícias nº 18 Outubro-Novembro-Dezembro 1996

ABMN Notícias nº 17 Junho-Julho-Agosto 1996

ABMN Notícias nº 16 Setembro-Outubro-Novembro 1995

ABMN Notícias nº 15 Junho-Julho-Agosto 1995

ABMN Notícias nº 14 Março-Abril-Maio 1995

ABMN Notícias nº 13 Dezembro-Janeiro-Fevereiro 1995

ABMN Notícias nº 12 Setembro-Outubro-Novembro 1994

ABMN Notícias nº 11 Junho-Julho-Agosto 1994

ABMN Notícias nº 10 Março-Abril-Maio 1994

ABMN Notícias nº 9 Janeiro-Fevereiro 1994

ABMN Notícias nº 8 Setembro-Outubro-Novembro 1992

ABMN Notícias nº 7 Julho-Agosto 1992

ABMN Notícias nº 6 Maio-Junho 1992

ABMN Notícias nº 5 Março-Abril 1992

ABMN Notícias nº 4 Janeiro-Fevereiro 1992

ABMN Notícias nº 3 Novembro-Dezembro 1991

ABMN Notícias nº 2 Setembro-Outubro 1991

ABMN Notícias número 1 (junho-julho-agosto de 1991)

ABMN Notícias número 0 (março de 1991)

003

Conhecer as regras da natação master é fundamental para aqueles que participam ou querem fazer parte de competições promovidas pela ABMN e outras Associações Estaduais de Natação Master.

swimming-rules

A ABMN é uma entidade de desportos aquáticos regida pelas regras da Federação Internacional de Natação – FINA.

Os esportes masters seguem todas as regras escritas para os esportes aquáticos correspondentes (natação para natação master, polo aquático para polo aquático master, e assim por diante).

Mas é notório que os esportes masters tem suas particularidades, e por isso existem as regras específicas para os masters.

Estas regras ou complementam a regra original, ou alteram a obrigatoriedade/descrição da regra original.

Por exemplo, o nado borboleta original diz que a pernada deve ser vertical e com as pernas não alternadas. Mas para a natação master, de acordo com a regra MSW 3.9, é permitida a execução de uma pernada de peito para cada ciclo de braçada (o que na década de 60 era considerado o “estilo clássico”).

Todas as outras regras do nado borboleta original são aplicadas ao nadador master, como por exemplo o toque simultâneo das duas mãos em cada virada e na chegada.

Não há tradução em português para as regras de natação master.

As regras atualmente em vigor são do período 2013 a 2017.

Se você tem dúvidas, algumas das mais comuns sobre as regras de natação podem ser tiradas no site Regras de Natação.

Algum link não está nesta lista ou está desatualizado? Avise-nos!

 

 

 

 

 

 

 

trabalhando

Este conteúdo ainda não está disponível, por favor retorne mais tarde…

Diretoria 2017-2020

Notícia da nomeação: clique aqui.

assis-bezerra-vice-presidente-abmn elaine-romero ana-grace-cesar-gomes-diretora-financeira-abmn
Maria Lenk Presidente de honra
Helane Quezado de Magalhães
Presidente
Francisco Assis Bezerra de Meneses
Vice-Presidente
Elaine Romero
Diretora Secretária
Ana Grace Cesar Gomes
Diretora Financeira
Aécio Luis B. do Amaral
Diretor Técnico

Diretoria 2016-2017

assis-bezerra-vice-presidente-abmn elaine-romero ana-grace-cesar-gomes-diretora-financeira-abmn
Maria Lenk Presidente de honra
Helane Quezado de Magalhães
Presidente
Francisco Assis Bezerra de Meneses
Vice-Presidente
Elaine Romero
Diretora Secretária
Ana Grace Cesar Gomes 
Diretora Financeira
Aécio Luis B. do Amaral Diretor Técnico

Diretoria 2016 (até setembro/2016)

assis-bezerra-vice-presidente-abmn GEORGIA - FOTO ana-grace-cesar-gomes-diretora-financeira-abmn
Maria Lenk Presidente de honra
Helane Quezado de Magalhães
Presidente
Francisco Assis Bezerra de Meneses
Vice-Presidente
Georgia de Souza Chaves
Diretora Secretária
Ana Grace Cesar Gomes 
Diretora Financeira
Aécio Luis B. do Amaral Diretor Técnico

Diretoria 2014-2015

assis-bezerra-vice-presidente-abmn ana-grace-cesar-gomes-diretora-financeira-abmn
Maria Lenk Presidente de honra
Helane Quezado de Magalhães
Presidente
Francisco Assis Bezerra de Meneses
Vice-Presidente
Elaine Romero
Diretora Secretária
Ana Grace Cesar Gomes 
Diretora Financeira
Aécio Luis B. do Amaral Diretor Técnico

Diretoria 2011-2014

Maria Lenk Presidente de honra
Carlos Roberto da Silva
Presidente
Alberto Cavalcanti R. da Fonseca
Vice-Presidente
Elaine Romero
Diretora Secretária
Helane Quezado de Magalhães
Diretora Financeira
Aécio Luis B. do Amaral Diretor Técnico

 

Como tudo começou…

Alguns treinadores brasileiros em viagem nos EUA tomaram conhecimento do movimento masters e começaram a comentar o assunto aqui no Brasil.

Um deles e o que mais se interessou foi o Prof. Waldyr M. Ramos, em uma de suas viajens se surpreendeu ao ver o treinamento de várias pessoas com idades avançadas.

Ao chegar no Brasil iniciou contatos com a direção da Federação Aquática do Estado do Rio de Janeiro objetivando criar aqui um movimento similar ao Americano.

A partir daí nossa natação masters começou a trilhar seus passos que todos conhecemos, porém para um esclarecimento mais detalhado nada melhor que sabermos diretamente daqueles que participaram desta história .

No mês de junho do ano de 1980, um anúncio nas páginas do Jornal do Brasil conclamava: “Se você já passou dos trinta e ainda se acha com disposição para disputar um campeonato de natação, procure a Federação Aquática do Rio de Janeiro”. O local escolhido para aquela competição – destinada a ex-atletas e “não atletas” – foi o Clube de Regatas do Flamengo. O idealizador do projeto foi o então presidente da federação carioca Rogério Carneiro, junto com o saudoso nadador e funcionário da federação Flávio Bueno.

A princípio, a idéia de fazer com que nadadores que já haviam encerrado suas carreiras voltassem a competir e, ao mesmo tempo, fazer com que pessoas – de 30, 40, 50 anos de idade – que nunca tinham participado de um campeonato acreditasem na possibilidade de, da noite para o dia, se tornassem atletas competitivos, parecia um fracasso anunciado.

Quase todos duvidaram do sucesso do tal evento, menos Carneiro, e também Bueno. E a intuição daquele engenheiro-civil – que nunca cumpria o segundo ano de seu mandato na FARJ funcionou: quase 400 pessoas se inscreveram para o torneio. “Foi muito gratificante ver ali nas piscinas do Flamengo aquela gente – muitos com mais de 70 anos – nadando. Sem compromisso com vitórias, sem buscar recordes. O espíritos dos que o de contribuir para uma filosofia de vida mais saudável”, recorda, saudoso, Carneiro, lembrado que o campeonato era tão alheio a disputas acirradas que a federação nem exigiu dos participantes documentos que comprovassem suas idades.

O êxito do evento foi tamanho que obrigou a FARJ a repetir nos meses seguintes reedições do torneio – nas piscinas do oberto ali um filão, uma parcela da sociedade até então desprezada pelas federações, clubes e academias. Nós sentíamos que era necessário que os tais ‘atletas de fim-de-semana’ fossem orientados. Promovíamos, – além de educação física, festas e torneios – palestras médicas para assegurar uma prática esportiva saudável. Até então, medicina esportiva era só existia para jovens”, explica Carneiro, afirmando ainda que, além de ex-nadadores e novos esportistas, os pais dos jovens atletas passaram a nadar e até competir. “Eles se tornaram mais compreensivos com seus filhos. E com os treinadores também”, brinca o ex-presidente – que na época tinha como vice ninguém menos que Coaracy Nunes.

À frente da FARJ, Rogério Carneiro – além de dar o pontapé inicial para a criação daquelas que um pouco depois viriam a se organizarem e a receberem o nome de associações masters – ajudou a fazer do nado sincronizado um esporte olímpico. Junto com Sílvio Kelly, que foi um dos mentores intelectuais da criação, em 1984, da ABMN, dando impulso nacional ao movimento, a priori restrito ao Rio. De tal modo que, ao final do seu mandato, em 82, a natação de masters já era uma realidade.

No mesmo momento em que as lentes da TV Globo registravam o veterano Gastão Figueiredo fazendo uma travessia que ligava Rio a Paquetá; um campeonato masters, no Japão, reunia mais de 4000 participantes de todo o mundo. “Ao contrário das primeiras competições, onde só havia provas curtas, nos meados da década de 80, os masters já disputavam todas as provas olímpicas”, frisa Rogério e acrescenta: “a FINA não tinha outa alternativa, não podia desprezar o vulto que o movimento tinha tomado”, diz ele referindo-se à decisão da Internacional de obrigar as associações a vincularem-se às confederações nacionais, sob a pena de tornarem-se ligas clandestinas. “Devido ao enorme crescimento do número de atletas acima dos 25 anos inscritos nas competições pelo mundo afora, a própria FINA se viu obrigada a criar o seu próprio departamento de masters”, acrescenta Rogério, que acredita que o êxito da filosofia masters não se resuma ao espectro esportivo.

Chegaria até a dizer que ajudamos a abrir uma nova perspectiva no mercado de trabalho. De certa forma, impulsionamos aquelas pessoas que antes se consideravam incapazes de praticar algum esporte. Hoje estas estão nas academias, algumas têm personal-trainers, podem estar freqüentando as mais diversas escolinhas, compram material esportivo. Assim ganham os clubes, os profissionais de fisioterapia e educação e o comércio. Na verdade, os que passaram a ver a vida de outra forma, com mais otimismo – emenda Rogério Carneiro, que voltaria a presidência da FARJ no biênio 87/88.

Clique aqui para ver o artigo Associação Brasileira de Masters de Natação (ABMN): Ponto de referência na história da natação master brasileira, de autoria de Fabiano Pries Devide (link original)

 

 

Dúvidas mais comuns

Eu não sou associado. Posso nadar nas competições da ABMN?

Sim, se você não é associado ainda poderá competir nos eventos da ABMN. No entanto, haverá uma taxa de inscrição diferenciada.

Como se associar à ABMN?

Para associar-se à ABMN e desfrutar dos benefícios, clique aqui

Qual o valor da anuidade 2016?

Informações sobre a anuidade ABMN 2016: clique aqui

Onde encontro o calendário de competições?

O calendário de competições encontra-se no menu “Eventos”: clique aqui

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua mensagem

Digite o texto da imagem para enviar a mensagem
captcha


swimchannel

ABMN no Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar

Masters pelo Brasil

Dicas de treinamento para masters

Associações Estaduais filiadas à ABMN
ABRAMN
AGMN
AMPN
AMRJ
ANMMG
Associação Cearense Master de Natação
Associação de Natação Master do Amapá
Associação dos Nadadores Masters de Pernambuco
Associações Masters Nacionais e Internacionais
UANA
CONSANAT
FINA
CBDA

A ABMN é a única entidade ligada à Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos – CBDA que detém a permissão para gerenciar as atividades de esportes aquáticos master no Brasil.